Lendo Os Miseráveis #09 ♥

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Você é o que costumamos chamar de feliz? Pois bem;
você não passa de um triste. Cada dia tem seu grande

desgosto e sua pequena preocupação. Ontem você temia
pela saúde de alguém que lhe era caro; hoje você teme
pela sua própria saúde; amanhã será uma questão de
dinheiro, depois de amanhã a diatribe de algum caluniador,
depois, ainda, o infortúnio de um amigo; depois será o mau
tempo, depois algo que se quebra ou se perde, depois um
prazer que a consciência e a coluna vertebral lhe reprovam;
outras vezes, pode ser o andamento dos negócios públicos.
Sem falar das preocupações do coração. E assim por diante.
Dissipa-se uma nuvem, forma-se logo outra. Em cem dias,
apenas um de verdadeira alegria e de sol. E você faz parte do
pequeno número dos que se dizem felizes ! Quanto aos outros
homens, têm sobre si a noite estagnante“.
[Os Miseráveis, p.1.339]

O diário de leitura de Os Miseráveis voltou, gente !! Já era tempo, não é mesmo ?! Estou achando ótimo, pois assim tenho oportunidade de revisitar essa história incrível !!

E quantas surpresas e emoções na leitura definida para a nona semana de leitura coletiva !!

Finalmente alguma coisinha de linda e tranquila apareceu ali nos livros quinto e sexto !! Meu coração realmente estava precisando desse descanso, ahah ♥ !!

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Adquirindo o livro clicando nesse link aqui: Os Miseráveis (Cosac Naify)
ou Os Miseráveis (Martin Claret), você incentiva e ajuda o blog a crescer.

Chegamos ao fim da nona semana de Leitura Coletiva e hoje eu vou compartilhar a minha experiência de leitura da página 1.201 à página 1.361, dando continuidade assim ao meu diário de leitura de Os Miseráveis – com spoilers.

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

♥ Da página 1.201 à página 1.361 ♥
♥ O idílio da Rue Plumet e a epopeia da Rue Saint-Denis ♥

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Neste livro terceiroA casa da Rue Plumet – nós ficamos sabendo como foi a vida de Jean Valjean e de Cosette.

Passados os cinco anos morando no convento, Valjean começa a questionar-se se estaria sendo justo com a menina privando-lhe a alegria sem deixa-la nem ao menos experimenta-la; obrigando-lhe a renunciar a vida antes mesmo de conhece-la melhor.

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Por conta disso, com a morte do Sr. Feuchelevant e por Cosette já ter terminado seus estudos, Jean resolve sair do convento.

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Nossa dupla querida vai morar então em uma casinha que tinha jardins voltados para a Rue Plumet, mas dentro dela havia uma passagem para uma outra casa, voltada para uma rua extremamente deserta.

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

A descrição que Victor Hugo faz desse jardim é tão linda !!

(…); a morte dos antigos proprietários, uma revolução que passara, a ruína das antigas fortunas, a ausência, o esquecimento, quarenta anos de abandono e viuvez foram suficientes para trazer de volta àquele lugar privilegiado as samambaias, o verbasco-branco, a cicuta, as aquileias, as dedaleiras, as ervas daninhas, os arbustos de largas folhas de tecido verde-pálido, os lagartos, os escaravelhos, os insetos inquietos e ligeiros, para fazer sair das profundezas da terra e reaparecer entre aqueles quatro muros não sei que grandeza selvagem e arisca, e, para que a natureza, que desconcerta os arranjos mesquinhos do homem e se expande sempre inteira onde quer que esteja, tanto na formiga como na águia, viesse expandir-se num pequeno jardim de Paris com igual rudeza e majestade como numa floresta virgem do Novo Mundo“. [p. 1212]

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Essa casa era do Sr. Feuchelevant, mas antes havia pertencido a um presidente que levava para lá, às escondidas, suas amantes.

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

A casa, como foi dito, ficava em uma rua deserta e sem vizinhos; perfeita para Jean Valjean esconder-se.

Além disso, ele também havia alugado mais duas outras casas em lugares diferentes e distantes um do outro, só para garantir caso houvesse necessidade de sair dali às pressas.

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Nós vamos acompanhar bem de perto essa transição da infância de Cosette para adolescência, quando ela percebe que ela é bonita e começa a preocupar-se com sua aparência.

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Vamos acompanhar também todo o seu romance com Marius, e é tão lindo !! A descrição das trocas de olhares dos dois no Luxembourg é emocionante. Assim como ele, ela também o amava. E esse amor deu-se apenas pela rápida troca de olhares !!

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Jean Valjean, percebendo tudo isso e com medo de perder sua filha – único motivo de sua alegria – passa a odiar Marius e, com sucesso, faz de tudo para eles se afastarem.

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

A partir daí, Cosette começa a ficar muito triste.

Sem saber o que é o amor, acreditando ser uma doença que logo cessará, a garota não conta nada ao pai. Este, por sua vez, não conhecendo também tal sentimento e ainda com medo de perde-la, afunda-se silenciosamente em sua própria tristeza.

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Ficamos conhecendo, através dos sentimentos de Cosette e de Jean Valjean, todo o romance que já acompanhamos antes através do ponto de vista de Marius.

Mais uma vez, Victor Hugo sendo incrível, né ?!

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Certo dia, em seus passeios matinais, Jean Valjean e Cosette presenciam a passagem de uma comitiva levando 24 forçados para as galés. A menina fica impressionada !! Até pergunta ao pai se aqueles seres são humanos, tão desumano é o tratamento que eles estavam recebendo.

Ela não sabe nada sobre as galés. E muito menos que Valjean já havia estado lá, como um forçado.

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Ah !! Aqui no livro terceiro Fantine é lembrada por Jean Valjean e eu fiquei morrendo de saudades da personagem !!

#voltafantine !!

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Aqui no livro quartoO socorro da terra pode vir do céu – nós voltamos para o momento onde a narrativa de Marius havia sido interrompida. Jean Valjean consegue fugir, machucado, da casa dos Thénardier.

Essa ferida de Jean é muito grave e ele começa a ter febre durante um mês inteiro !! Nesse tempo e com todo o amor do mundo, Cosette cuida dele. Ambos voltam a sorrir… Ambos ficam felizes novamente.

Eu já não via mais a hora de isso acontecer, hein !!

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Com fome e sabendo que a sua família havia sido presa, Gavrochemelhor personagem – chega à casa de Sr. Mabeuf para roubar-lhe uma maçã.

Estando este senhor sentado no jardim, conversando com Mme. PlutarcoGavroche esconde-se e consegue ouvir a conversa deles sobre o quão pobres estavam: iam ser despejados, não tinham nem o que comer.

Recuperado, Jean Valjean retoma seus passeios matinais.

Ainda de madrugada, Gavroche vê na rua um senhor caminhando – sabemos ser Jean Valjean – e, logo atrás dele, reconhece o temido Montparnasseassassino e ladrão -; Gavroche teme pelo senhor, mas fica apenas observando.

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

 Surpreendentemente, o senhor se defende e ainda prende o seu agressor, Montparnasse. A lição de moral e de vida que esse senhor oferece ao ladrão é incrívelmesmo que o narrador não cite, nós sabemos ser Jean Valjean. A lição começa na página 1256 !!

No final, ele entrega a bolsa que Montparnasse ia roubar-lhe – a mesma coisa que o bispo fez para Jean Valjean no início da história – e vai embora, deixando o ladrão perplexo.

Gavroche, escondido, consegue roubar a bolsa de Montparnasse e a deixa aos pés do Sr. Mabeauf, sem ser percebido e vai embora. Nesse momento, ficamos sabendo que naquela bolsa tinha muito dinheiro.

Esse menino é maravilhoso !! Mesmo morrendo de fome, ele deixa tudo para o senhor Mabeauf !!

Meus olhos lacrimejaram nesse momento.

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Este livro quintoOnde o fim não se assemelha ao princípio – é, sem dúvidas, o livro mais bonito de todos !! Por mim, facilmente, Os Miseráveis poderia terminar aqui e eu ficaria feliz.

Lindo !! Lindo !! Lindo !! Chorei mesmo.

Cosette já estava bem feliz por conta da reaproximação com Jean Valjean, mas ainda tinha o coração e os pensamentos voltados para Marius.

E é neste livro que vamos acompanhar de perto a aproximação lenta de Marius, vamos ler o manuscrito que ele escreve à Cosette, vamos sentir a felicidade radiante da garota e, finalmente, vamos nos emocionar com o encontro daqueles dois corações apaixonados.

Não consigo expressar, em palavras, tudo o que eu senti ao ler esse livro quinto. É sublime. É mágico. É intenso. É incrível !!

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Aqui no livro sextoO pequeno Gavroche – a gente já começa com uma surpresa daquelas !!

Ficamos sabendo que os Thénardier – além de Eponine, Azelma e Gavroche, haviam tido mais dois outros filhos meninos !! E a Sra. Thénardier os odiava com todas as suas forças !!

Até que uma personagem chamada Mme. Magon precisou desses dois filhos pequenos dos Thénardier, que os alugou sem nenhum remorço por 10 francos mensais.

Mme. Magon era encarregada de cuidar de duas crianças, sobrinhas netas do irmão do Sr. Gillenormand; para isso, recebia 80 francos por mês desse senhor, que visitava os meninos a cada seis meses.

A grande febre de 1832 acabou matando essas duas crianças. Por isso, Mme. Magon as substituiu pelos dois caçulas dos Thénardier e o Sr. Gillenormand nada notara.

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Depois da prisão dos Thénardier, a polícia também levou Mme. Magon que não era nem um pouco boa peça – presa. As duas crianças ficaram abandonadas na rua.

Enfim, vamos ficar conhecendo ainda mais a personalidade maravilhosa do genioso Gavroche que, mesmo morando na rua, sem comer há três dias, não pensa duas vezes em ajudar os outros também necessitados.

Já falei que Gavroche é o meu personagem preferido ?!

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

E o que acontece então ?! Nosso Gavroche encontra aqueles dois meninos abandonados !! Acolhe-os de braços abertos, com todo o amor do mundo, protegendo-os e ajudando-os, sem nenhum deles desconfiar ou saber que todos ali são irmãos !!

Eu fico impressionada com esses encontros que Victor Hugo faz nessa história !! Pessoas que se conhecem mas que não se reconhecem. É sensacional !!

Nesse meio tempo, nós vamos acompanhando também toda a fuga de Brujon, Gueulemer e  Thénardier da prisão com a ajuda de BabetMontparnasse e, em determinado momento, com a ajuda até de Gavroche !!

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

No livro sétimoA gíria -, Vitor Hugo faz uma pausa na narrativa para nos contar sobre a origem, história e importância das gírias; essas que eram tão criticadas naquela época pelos acadêmicos, os quais posicionavam-se totalmente contra o seu uso em obras literárias.

Tais críticos alegavam que o uso dessas gírias na literatura era ruim porque essa era a gramática do crime e que suas esposas e filhos poderiam ler tais livros e aprender coisas ruins.

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Vitor Hugo deu uma explicação tão linda e poética sobre a importância dessas gírias que vale a pena reler todo o livro sétimo com muito cuidado e dedicação !!

Os últimos parágrafos tem uma importância para consciência política tão grande sobre o que estamos vivendo hoje em dia em nosso país. Foi um livro que eu li e reli várias vezes !! Gostei muito ♥.

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

É isso pessoal !!

E vocês? Em que parte estão e como estão em relação à história?
Alguém está sentindo-se empolgado para começar a ler o livro?
Gostaria muito de saber, me contem aqui nos comentários ♥ !!

Os Miseráveis - Juliana Fiorese

Adquirindo o livro clicando nesse link aqui: Os Miseráveis (Cosac Naify)
ou Os Miseráveis (Martin Claret), você incentiva e ajuda o blog a crescer.

Espero que tenham gostado do nono post do projeto Lendo Os Miseráveis. Até a próxima sexta, com mais diário de leitura ♥.

Muito obrigada por acompanharem até aqui.

Com muito carinho ,
Juliana Fiorese.

♥ Para ler todos os posts do projeto Lendo Os Miseráveis, clica aqui

♥ Vem apoiar o meu livro ♥

Catarse - Juliana Fiorese

Lembrando que, comprando qualquer livro clicando aqui: Amazon
você ajuda o blog a crescer e incentiva cada vez mais a postagem de
novas resenhas e diários de leitura como esse .


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s